O Consultório de Filosofia

Orientação Filosófica, o que é isto?

Monica Aiub

O trabalho em orientação filosófica consiste em abordar filosoficamente as questões cotidianas, estabelecendo um diálogo crítico, investigativo, que permita à pessoa que busca o consultório de filosofia compreender melhor suas questões, o mundo no qual se insere, a si mesma e aos outros e outras com quem estabelece relações.

Como funciona?

Você traz suas questões e nós vamos abordá-las como abordamos os problemas filosóficos, ou seja, vamos traçar a história das questões, tentando compreender como elas surgiram, com o que se relacionam, o que as influencia e o que é influenciado por elas. Depois disso, vamos ampliar o foco e compreender quem é você, como é o mundo ao seu redor e como você se situa e se relaciona com ele; com quem você dialoga, o que lhe afeta, o que lhe fere, o que lhe fortifica etc. Como você age, pensa, sente, vive… e como pensam, agem, sentem, vivem as pessoas com quem compartilha os contextos e a vida. Vamos pesquisar motivos, relações, linguagens, enfim, tudo o que puder contribuir para uma compreensão mais clara e ampla do que se passa e de quais as possibilidades para lidar com as questões.

Pode parecer muita coisa a ser observada, ou pode parecer redundante conversar com alguém sobre algo que já sabemos. Mas o quanto, de fato, sabemos aquilo que consideramos saber? Esta é uma, e apenas uma, das questões que orientam o trabalho em filosofia: colocar nosso saber em avaliação, examinar como o construímos, quais as suas bases, se podemos, partindo destas bases, chegar às conclusões a que chegamos…

Por isso, o filósofo não é alguém a ser consultado para revelar a verdade, pois se você não sabe, nós sabemos menos ainda. Pra que, então, consultar um filósofo? Para ter alguém para investigar junto, alguém cuja principal característica da formação é formular perguntas, é provocar a pensar, é olhar para onde, habitualmente, não se olha. Alguém que avaliará a validade de seus argumentos e lhe provocará a investigar os motivos pelos quais você se encontra na situação em que está.

Além disso, a formação em filosofia nos ensina a pesquisar e nos fornece um repertório inicial – ampliado com a constante pesquisa – sobre a história do pensamento humano, que pode ser muito útil para a compreensão de elementos mais amplos de nossa sociedade, que influenciam direta e explicitamente os nossos modos de viver e de lidar com nossas dificuldades. O diálogo com o diferente, com outras perspectivas, pode ser extremamente enriquecedor.

Mas tome cuidado com os “falsos filósofos”, aqueles que nos dizem o que pensar, como pensar, como viver, como sentir… aqueles que nos dão receitas sobre o que é o “ser” e como devemos “ser”. Aqueles que apresentam as verdades, que sempre têm todas as respostas e nos agridem quando são questionados.

Nossas verdades, em filosofia, são provisórias, porque precisamos constantemente reavaliá-las, uma vez que nossas perspectivas nunca abrangem a totalidade e sempre pode haver uma perspectiva não observada; além disso, é preciso uma atualização constante, uma vez que o mundo muda e nós também mudamos.

 

Quer agendar uma consulta? Entre em contato.

 

Monica Aiub

Telefone e WhatsApp: (11) 97045-3499

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.